Ração Humana – ingredientes e funções

Hoje muito se fala sobre a Ração Humana*, um complemento alimentar a base de cereais e oleaginosas que pode ajudar no processo de emagrecimento**. Mas também interessante para quem tem uma vida agitada e com alimentação desequilibrada.

Os ingredientes na receita original são farelo de trigo, extrato de soja, linhaça, açúcar mascavo, aveia, gergelim, gérmen de trigo, gelatina, guaraná, levedo de cerveja e cacau.

Uma sugestão:

Misture 200g de farelo de trigo, 100g extrato de soja, 100g linhaça, 100g de açúcar mascavo, 100g de aveia em flocos, 100g gergelim, 100g germen de trigo, 100g gelatina, 25g de levedo de cerveja, 25g de guaraná em pó e 50g de cacau.  É interessante triturar na hora de usar para conservar suas propriedades, pois o grão íntegro conserva melhor os nutrientes. 

Lembrete: esta mistura pode ser adaptada de acordo com a necessidade de cada pessoa: para uma pessoa diabética, retire o açúcar mascavo; para celíaco, pode substituir o farelo de trigo, o gérmen de trigo, o levedo e a aveia por farelo de arroz e flocos de quinua.

Quando for usar, bata 2 colheres deste composto. Depois pode ser adicionado iogurte, suco, água ou na salada de frutas, na comida.

Segundo a nutricionista Flavia Morais, cada ingrediente que o compõe tem uma ação específica dentro do organismo:

  • Farelo de trigo – boa fonte de fibras. Aumenta a saciedade e regulariza o funcionamento do intestino.
  • Extrato de soja – boa fonte de proteínas e vitaminas do complexo B.
  • Linhaça – rica em fibras. Boa fonte de omega 3. Auxilia na regularização do intestino e tem ação antiinflamatória.
  • Colágeno – proteína que da sustentação a pele, evita a flacidez e previne rugas e estrias. Prolonga a sensação de saciedade.
  • Aveia – rico em fibras, pectina, que dão a sensação de saciedade, auxilia no controle de diabetes e colesterol. Boa fonte de magnésio.
  • Açúcar mascavo – açúcar não refinado. Contém ferro e cálcio.
  • Gergelim – alimento fonte de proteína, gorduras insaturadas e cálcio.
  • Gérmen de Trigo – fonte de proteínas e de vitaminas antioxidantes como a vitamina E e D.
  • Guaraná – fonte de cafeína. Estimulante.
  • Levedo de cerveja – boa fonte de vitaminas do complexo B e cromo, nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo. Melhora o metabolismo de carboidratos.
  • Cacau – fonte de polifenois de efeito antioxidante.
  • * Sobre o uso deste composto, sempre é interessante consultar um médico ou nutricionista para adequa-lo às suas necessidades.

    ** A ração humana não substitui reeducação alimentar e atividade física.

    Anúncios

    Osteoporose

    Júlio Cordeiro

    por Sonia Hirsch

    Estamos vivendo mais tempo, e isto tem prós e contras. Se por um lado é a promessa de que vamos ter tempo para ler todos aqueles livros e conhecer nossos bisnetos, ou algo assim, por outro lado teremos de conviver com várias questões que só aparecem depois de certa idade. Mazelas, achaques, coisas da terceira idade.

    Por exemplo, a OSTEOPOROSE.

    Fantasma predileto de quem defende a reposição de hormônios na menopausa, a osteoporose tem sido enquadrada como doença – mas não é. Faz parte do envelhecimento.

    É uma condição, um estado dos ossos, que com a idade avançada vai descalcificando e se tornando porosos, frágeis e quebradiços, especialmente na coluna vertebral, costelas e bacia.

    Afeta 25% das mulheres ocidentais com mais de 60 anos e apenas 8% dos homens.

    Nosso esqueleto está sempre sendo remodelado pela perda de 300 a 700 mg de cálcio/dia.

    Repor esse cálcio através da alimentação ou de suplementos é fácil, fazer os ossos assimilarem é que são elas. A assimilação depende de vários fatores, entre eles sol, vitamina D, exercícios, fósforo, magnésio e estrogênio.

    Por isso a situação da mulher cuja massa óssea já não é muito densa pode se tornar problemática após a menopausa, já que haverá muito menos estrogênio em circulação. Mas atribuir a osteoporose exclusivamente à falta de estrogênio é muito simplismo. Estudo recente envolvendo uma série de amostras de densidade óssea de mulheres de 20 a 88 anos mostrou que 50% da massa óssea são perdidos antes da menopausa.

    E por que se perde cálcio?

    O que fazer? Como prevenir?

    Continue lendo, clique aqui.

    Mamão papaia ajuda no combate ao câncer

    Conheça o mamão papayaalguns de seus benefícios e cuidados.

    Células doentes de câncer reduzem a velocidade de crescimento quando imersas no chá da folha do mamão papaya, confirmaram os cientistas da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos. Assista a reportagem do Jornal Hoje.

    Sobre o mamão papaya como medicamento para humanos, o extrato da casca do mamão papaya, já é usado para tratar de cáries. A aplicação do gel de papaína no dente, faz com que apenas a cárie amoleça e possa ser retirada com uma simples raspagem, sem a necessidade do uso da broca pelo dentista. O alto teor de papaína, uma enzima proteolítica, também é utilizada em medicamentos para o tratamento de distúrbios gastrointestinais e para reabsorção de hematomas…

    Ler o artigo completo

    Molusco Contagioso: Tratamento com Óleos Essenciais

    por Suzy Belai

    Desde de 2008 tenho acompanhado casos de crianças com Molusco Contagioso (MCV).

    Os tratamentos convencionais quando indicados, são muitos dolorosos e/ou demorados. Então os pais procuram alternativas tanto para amenizar o incômodo quanto para evitar a possibilidade da criança ficar com os sinais na pele.

    Aquelas bolinhas de água são cheias de vírus que quando se rompem, podem aumentar de número ou contagiar outras pessoas, principalmente aquelas com baixa imunidade.

    Observamos que os pais que conseguiram manter a rotina de cuidados e não desistiram do tratamento, o molusco desapareceu em poucas semanas com o uso correto do óleo essencial de Tea Tree (Melaleuca) e uma mudança na alimentação. Em alguns casos, precisamos adicionar um óleo vegetal (de coco ou de calêndula) para manter a pele hidratada e em outros casos, trocar o óleo essencial utilizado ou acrescentar outros ainda.

    Um lembrete importante: durante o tratamento pode acontecer o aparecimento de novas bolinhas que estariam incubadas (ou seja, latentes – sem manifestação ainda). Isto é normal e necessário.

    Cada criança reage de um jeito. Em algumas, as bolinhas apenas secam e caem. Outras, as bolinhas vão diminuindo de tamanho e desaparecem. Em outras ainda, aparece uma ligeira irritação e que, em seguida, começam a secar. E também, tem criança que apresenta alergia a este óleo essencial e então torna-se necessário trocar por outro.

    As vantagens de se utilizar os óleos essenciais é que não se tem a necessidade de romper aquelas vesículas, além de ser indolor e também, uma ótima oportunidade de manter contato com a criança através do toque suave.

    Com o intuito de esclarecer sobre a ação dos óleos essenciais no tratamento do molusco, o pesquisador e aromatologista Fábián László escreveu a monografia Molusco Contagioso e seu tratamento efetivo com o uso de óleos essenciais. Se quiser conhecer, clique aqui. Contém dados importantes, cuidados e referências de estudos a respeito.

    Se houver interesse em adquirir os óleos ou outras informações, entre em contato conosco.