A milenar arte de pintar ovos de Páscoa

Internet

por Suzy Belai

Os ovos fazem parte da simbologia pascal da maioria das culturas: de chocolate, cozidos e incrustados (cozidos e com casca) num bolo, com diversos “recheios” em cascas de ovos de galinha, pata ou gansa pintados.

O chocolate só veio dar uma nova forma a um costume que vem de longe.

O ovo era associado a lendas e mitos sobre a criação do universo, não só porque ele é a semente que contem o gérmen vital, mas também devido à sua forma, redonda, sem princípio nem fim. E a gema era associada ao sol, também ele fonte de vida. Ligado tão intimamente à vida, à regeneração, ao renascimento, à fertilidade, ao vigor e, naturalmente, à Primavera, o ovo tornou-se num símbolo da Páscoa, em toda a Europa.

Em Portugal e na região mediterrânia fazem-se bolos onde se incrustam ovos inteiros cozidos com a casca. Em Portugal chamam-se folares; Campanile, na Corsega; Tsoureki, na Grécia.

Veja como fazer. Clique aqui.

Anúncios